Neurociência da Decisão e Escolha

“O progresso da ciência, tal como um antigo trilho pelo deserto, está juncado pelos esqueletos descolorados de teorias rejeitadas, que um dia pareceram ter vida eterna.” 
― Arthur Koestler, The Ghost in the Machine

Inserida na cadeira de Plasticidade Neuronial e Cognição, e lecionada em conjunto com o investigador José Paulo Marques dos Santos.

Como é que escolhemos um champô? E um carro? E um namorado? Que variáveis consideramos nessas escolhas? E a emoção joga que papel? E a racionalidade? Este módulo, de aproximadamente 11h, leva os alunos num percurso de conhecimento dos diferentes tipos de mecanismos cognitivos, e bases neuronais, que utilizamos no nosso dia-a-dia para a decisão e escolha. Estas são algumas das questões abordadas na cadeira de Plasticidade Neuronial e Cognição do Programa de Doutoramento em Neurociências e no Mestrado em Neurobiologia da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto.

Neste módulo é dada uma visão abrangente sobre as várias estratégias que os seres humanos utilizam para tomar decisões e os diversos sistemas cerebrais que são recrutados. É dado enfase à importância da emoção e de formas “não-racionais” de escolher em condições do dia-a-dia, em que a incerteza e a falta de informação completa são uma realidade.

%d bloggers like this: